top of page

4 dicas para manter as vendas do e-commerce em alta mesmo após a volta do varejo presencial





1 – Conheça e se alinhe com a demanda dos compradores


Cada comprador expressa sua necessidade através de determinadas palavras e elas expressam, em detalhes, as características dessa demanda. Um ranking das palavras mais buscadas por categoria em tempo real, por exemplo, é uma informação muito útil para saber o que os compradores estão dando prioridade hoje, onde existem oportunidades ou nichos de mercado não-atendidos e como podemos construir uma oferta alinhada a essas necessidades.


Diferente do comércio offline, onde os tempos de ação costumam ser mais lentos, no canal digital podemos fazer as mudanças necessárias em questão de cliques e conseguir vender produtos que realmente se adaptem ao que os internautas procuram.


2 – Estude a oferta em detalhes


É importante ter uma visão geral do mercado online e como os mercados que vendemos se desenvolvem nele. Saber quais os produtos mais vendidos, quais as marcas, modelos e/ou características, nos ajuda a construir uma oferta estratégica sem desperdiçar recursos.


Este estudo também nos permitirá perceber quais as estratégias incluídas na oferta, quais fazem a diferença com a opção offline e o que podemos aplicar ao nosso negócio: preços, envios grátis, apresentação do produto, descontos, brindes, entre outros.




3 – Analise outros vendedores


Esta dica se conecta e retroalimenta com a anterior. Estudar os produtos que são vendidos online implica conhecer em detalhes quem está por trás deles. Assim como acontece no mundo offline, no e–commerce não será a mesma coisa competir com vendedores comuns do que com lojas oficiais ou marcas.


Se queremos manter as vendas online de nossos produtos em alta, é importante analisar constantemente quais são os players que entram e saem do nosso mercado, quais são seus produtos-estrela, suas táticas, preços e métricas mais importantes. Estes dados nos ajudarão a pensar estrategicamente sobre nossas decisões de negócios e se é conveniente ou não permanecer em determinadas categorias.




4 – Sempre leve em consideração a sazonalidade


A sazonalidade é uma grande aliada na hora de planejar e garantir as vendas. Existem muitos produtos cuja demanda aumenta em determinada época do ano e, embora pareça óbvio, muitos vendedores de e–commerce esquecem dessa variável na hora de tomar suas decisões.


Familiarizar-se com os fluxos de oferta e demanda gerados pela sazonalidade ajuda a comprar os produtos que vamos vender, trabalhar seu posicionamento e todas as estratégias contra a concorrência, com antecedência. Dessa forma, o negócio estará em condições de receber o aumento de demanda que a temporada promete e atingir o maior percentual de vendas da categoria.







0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page