top of page

Black Friday: 65% dos consumidores preferem receber promoções pelo WhatsApp



Todos os anos, empresas de diversos setores aguardam a Black Friday para lançar promoções e impulsionar as vendas. No Brasil, o evento ocorre na última sexta-feira de novembro, e é marcado por ofertas especiais. De acordo com o levantamento da Buen Fin 2023 da Meta, que analisou 31 mercados, os hábitos dos consumidores têm passado por uma transformação. Cerca 45% dos clientes optam pelo WhatsApp como meio de comunicação com as empresas durante o período.


A pesquisa da Meta revela ainda que 65% das pessoas preferem receber promoções e interagir por meio do WhatsApp do que por e-mail, SMS ou ligação. O estudo mostra também que 75% dos consumidores desejam se comunicar com as marcas de maneira semelhante à qual falam com amigos e familiares, ou seja, por meio do aplicativo de mensagens. Além disso, cerca de três em cada quatro pessoas acreditam que interagir com uma empresa por meio de aplicativos de mensagens contribui para a construção de relacionamento, e uma em cada três pessoas descobre novas marcas ou produtos por meio do WhatsApp.


Nesse contexto, o comércio conversacional pode ser um aliado para as empresas durante a Black Friday, uma vez que proporciona suporte personalizado aos clientes, sugere produtos, disponibiliza ofertas exclusivas e oferece um atendimento eficiente e prático, tudo isso diretamente pelo WhatsApp.


“Ao longo dos últimos anos, a atenção das pessoas se tornou um recurso escasso e cada vez mais fragmentado. Por essa razão, a maioria opta por se comunicar via WhatsApp, um aplicativo que está presente em 99% dos telefones brasileiros, até mesmo na hora de fazer uma compra. Hoje, as empresas que adotam essa ferramenta como meio de interação com os clientes colherão os maiores benefícios dessa tecnologia, principalmente durante a Black Friday, quando existe muita competição e estar próximo do seu cliente faz toda diferença”, afirma Erick Buzzi, General Manager da Yalo, principal plataforma de comércio conversacional do mundo.


De acordo com a Meta, 40% das empresas no país utilizam anúncios no Facebook e Instagram que direcionam diretamente para o WhatsApp. Além disso, já foram disponibilizados 1,75 milhão de catálogos no aplicativo, que são acessados por 13 milhões de usuários mensalmente. Em 2022, o comércio eletrônico registrou um crescimento de 20% em relação a 2021, totalizando R$ 187 bilhões em transações, em comparação com R$ 155 bilhões do ano anterior.


Erick Buzzi, General Manager da Yalo, destaca que o comércio conversacional desempenha um papel fundamental na expansão dos negócios das empresas, e o uso do WhatsApp pela WA é uma maneira eficaz de se posicionar à frente dos concorrentes no atendimento. Além disso, a ferramenta proporciona escalabilidade. “Estamos, na realidade, apenas no início da jornada. As compras pela internet já representam mais de 10% de todo o segmento do varejo nacional, totalizando cerca de R$ 170 bilhões no último ano”, conclui.


FONTE: VAREJO S.A.

0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page