Buscar
  • Comunicação ACE Itaúna

iFood lança curso gratuito para ajudar restaurantes a passar pela crise


O aplicativo de delivery iFood lançou um curso gratuito para que restaurantes possam melhor se preparar para os desafios impostos pela pandemia da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O material, entitulado “Formação para restaurantes em tempos de covid-19”, foi feito em parceria com a escola de negócios Conquer, de cursos de formação para desenvolvimento profissional e negócios.

O iFood ajudou a criar o conteúdo disponível, que será gratuito e acessível mesmo aos restaurantes que não são parceiros do app. As aulas serão ministradas por empresários, executivos e mentores de instituições como a Conquer, o Sebrae e a Associação Paulista de Supermercados (Apas). Também participam executivos do próprio iFood, como Diego Barreto, vice-presidente de estratégia, Arnaldo Bertolaccini, diretor de experiência do cliente e Cibelle Anea, coordenadora tributária. Para assistir, é preciso fazer um cadastro.

O curso tem carga horária de 12 horas e duração de quatro semanas, como novos conteúdos diários. As primeiras aulas serão gravadas e, em uma das semanas, os alunos terão aulas ao vivo com alguns dos profissionais mentores.

Segundo o iFood, o curso traz informações de marketing, finanças e sobre as mudanças de comportamento de consumo em meio à pandemia. O isolamento social forçou milhões de estabelecimentos em todo o Brasil a mudar as formas de operar, ingressando no e-commerce e vendendo para além do varejo físico.

Criado em 2009, o iFood tem hoje mais de 160.000 restaurantes cadastrados na plataforma e entrega mais de 26,6 milhões de pedidos mensais, com atuação também no México e na Colômbia. Historicamente focada na intermediação com restaurantes, a empresa entrou também neste ano em entregas de pet shop e supermercados.

Fonte: Revista Exame

FONTE: FCDL MG

1 visualização
Acompanhe nossas Redes Sociais:
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
© Todos os direitos reservados | Comunicação ACE Itaúna 2020.