top of page

Pesquisa aponta o que consumidor espera na alimentação fora do lar



Não é segredo que a pandemia alterou os hábitos de consumo em relação à alimentação fora do lar, fazendo com que as pessoas deixassem de consumir ou diminuíssem a frequência por conta do aumento dos preços do cardápio. Por outro lado, 64% dos entrevistados de um levantamento realizado pela Galunion (consultoria especializada em alimentação fora do lar), veem a necessidade do encontro social como principal motivo para ir a bares, restaurantes e outros estabelecimentos. Esses dados fazem parte da 6ª edição da pesquisa “Alimentação hoje: a visão do consumidor”, lançada em setembro de 2022.


Como o consumidor é cada vez mais protagonista, a pesquisa ocasionou em uma lista com os pedidos que o cliente gostaria de fazer aos donos de bares, restaurantes, cafeterias, entre outros estabelecimentos de alimentação fora do lar:

  • Encontrar pratos mais baratos e gostosos (45%)

  • Que o estabelecimento não sacrifique a qualidade dos produtos (34%)

  • Que o operador invista em experiência e hospitalidade (15%)

  • Ser atendido pelo operador onde quer que ele esteja (7%).

  • Outro dado importante que complementa os números acima, é que 95% dos entrevistados querem encontrar novidades em alimentos e bebidas. Com isso, é importante entender quais as tendências mais buscadas pelos consumidores e como integrar essa oferta nas opções de cardápio que atendam essas necessidades.


Os operadores podem contar com diversas estratégias para atrair clientes e melhorar o movimento dos estabelecimentos, mas como o objetivo é ouvir o cliente, a Galunion separou algumas sugestões dos consumidores para adaptar o menu com tendências culinárias:

  • Utilizar produtos feitos com ingredientes naturais (42%)

  • Oferecer produtos de café da manhã servidos a qualquer hora do dia (40%)

  • Oferecer pratos e bebidas que tragam conforto e nostalgia (38%)

  • Utilizar fornecedores locais/ artesanais (36%)

  • Encontrar pratos gostosos e indulgentes (34%).


Para Nathalia Royo, responsável por Inteligência de Mercado e Marketing, na Galunion, é importante observar a grande tendência de produtos e ofertas multitendência. “A tendência de uso de ingredientes naturais, por exemplo, é um movimento crescente no mercado e já mostrava potencial durante a pandemia, época em que os consumidores passaram a valorizar ainda mais a saudabilidade. Com um consumidor cada vez mais protagonista, oferecer tais produtos junto com flexibilidade é uma forma de atender a diferentes demandas do consumidor de uma forma executável para o seu negócio”, completa.


Ou seja, fatores como educação, humildade, respeito, acolhimento e escuta ativados clientes em relação à oferta e ao atendimento são fundamentais. Alimentos naturais, sustentáveis e gostosos, aliados à flexibilidade e conforto tornam a experiência do encontro mais a refeição, um motivo para retornar ao estabelecimento.


FONTE: VAREJO S.A.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page