top of page

Sebrae define política de crédito como prioridade para 2024


O acesso ao crédito por parte dos pequenos negócios foi um dos temas principais do 1º Encontro de Dirigentes do Sistema Sebrae de 2024, nesta quarta-feira (6), em Brasília (DF). Já está em processo de finalização a formulação do programa Decola Brasil, que deve ser lançado nos próximos meses. A iniciativa, desenvolvida em parceria com o governo federal, vai promover condições de garantia para alavancar R$ 30 bilhões em crédito para os empresários – o maior valor nos últimos 28 anos.


“Temos um cadastro de seis milhões de micro e pequenas empresas que estão sem crédito. Vamos resolver esse problema com o Desenrola Brasil e promover o Decola com a garantia desses recursos, com uma linha de crédito e juros diferenciados e possibilitar uma assistência para que os recursos sejam bem utilizados”, afirmou Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.


O Fundo garantidor do Sebrae vai atuar como avalista das operações de crédito para os pequenos negócios – pesquisa da instituição revelou que apenas 12% dos empreendedores conseguiram obter financiamento.


MP do Desenrola PJ

O governo federal enviará ao Congresso Nacional uma Medida Provisória (MP) para lançar o Programa Desenrola Brasil, voltado para os pequenos negócios, anunciou o ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (MEMP), Márcio França, durante o Encontro dos Dirigentes. Até sexta-feira (8), o Ministério da Fazenda deve enviar minuta da MP para o Ministério do Empreendedorismo. Após as considerações do MEMP, o texto volta para a Fazenda, que encaminhará a medida provisória à Casa Civil.


“Estamos fazendo a proposta em conciliação com o Congresso Nacional para darmos maior celeridade. A medida provisória pode absorver parte do texto do projeto de lei que já está na Câmara dos Deputados”, disse Márcio França. “Não queremos nada a mais do que outros grupos da economia já conseguiram. O que queremos é fortalecer esse setor, que é grande para a geração de emprego no nosso país”, completou.


União entre os estados

O 1º Encontro de Dirigentes do Sistema Sebrae de 2024 está sendo realizado nesta quarta (6) e quinta-feira (7), em Brasília, e reúne os representantes do Sebrae de todos os estados. O evento tem o objetivo de avaliar as ações realizadas e discutir os planos para a promoção da inclusão, sustentabilidade e inovação. “Esse encontro é para nos aproximar, trocarmos experiências e para os estados trazerem suas dificuldades, aquilo que precisamos melhorar”, disse Décio Lima.


A diretora de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Margarete Coelho, avaliou que muito foi realizado no ano passado e que 2024 deve ser um ano de entregas com qualidade. “Estamos comprometidos com o futuro do país. As MPE têm cada vez mais importância para a economia e queremos colocá-las em maior destaque”, frisou. Já o diretor-técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, destacou a necessidade de convergência entre os estados. “Nesse simbolismo de nos unirmos, compartilhar o que sentimos e construirmos um caminho, o resultado só pode ser o sucesso. Precisamos entender que somos um instrumento de política pública”, explicou.


Desafios

Na manhã desta quarta-feira (6), o encontro também contou com um painel que discutiu os desafios e as perspectivas do Brasil para 2024 e os impactos na vida do empreendedor. Participaram do debate o presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Márcio Pochman, e o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Guilherme Mello.


Fonte: Agência Sebrae de Notícias

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page