Buscar
  • Comunicação ACE Itaúna

Franquia de brindes personalizados tem aumento nas vendas durante a quarentena


Enquanto muitas empresas lutam para cortar custos e sobreviver, há setores que estão se adaptando e até crescendo nesse momento de crise. É o caso de uma rede de franquias no formato home office. Ela vende brindes personalizados com caricaturas de fotos dos clientes.


A empresa registrou na última semana de março um aumento de 138%, já com boa parte do comércio fechado e da população em isolamento. “O mercado muda e a gente acompanha as mudanças, não deixamos a peteca cair. Tanto que tivemos aumento da procura durante a crise. Principalmente por ser negócio que dá para ter renda interessante e operar em casa”, explica o franqueador Wdson Sandenys.


Conhecido como Dinho, Wdson criou a franquia em 2018, mas começou a fazer caricaturas para vender em 2009, quando ainda cursava a faculdade de logística. Em 2019, ele formatou a franquia para vender canecas e outros brindes com caricaturas de fotos enviadas por clientes.


Dinho contratou desenhistas em todo o país que trabalham em casa. Os franqueados, como Kauany Barizoni, também trabalham no formato de home office. “Esse período não me trouxe prejuízo. Pelo contrário, estou mantendo as vendas, estou conseguindo vender mais do que o esperado. Porque o que preciso para trabalhar não parou – Correios, internet, rede social. E meus insumos consigo receber tranquilamente dentro de casa.


Funciona assim, o franqueado capta clientes, vende os brindes e passa a foto para um dos desenhistas cadastrados fazer a caricatura. O cliente aprovando, o franqueado imprime o desenho na peça e envia pelo correio.


Com a quarentena, todos os funcionários da franqueadora que trabalhavam em um escritório estão tocando os negócios de casa. Eles fazem a parte de marketing, venda de unidades, administração e suporte técnico e tecnológico.


“É uma mecânica diferente do que estávamos acostumados. Porém, a empresa, apesar de ser artística, tem muita tecnologia no nosso DNA. Por isso não tivemos dificuldade da transição do escritório para casa”, diz Dinho.


A franquia custa R$ 7.500. Já são 476 unidades – seis foram abertas no período de quarentena. O franqueado recebe prensa térmica, tintas especiais e suporte para vender. “Criamos para os franqueados, treinamento sobre como vender agora, durante a crise, e reforçamos alguns pontos como venda online, que já praticávamos antes da Covid-19”, completa o franqueador.


A rede faturou R$ 5 milhões em 2019 e quer expandir unidades no exterior. “Apesar da crise e mudar o mercado, você consegue se adaptar, olhar para as tendências e ver o que o consumidor está precisando agora, nesse novo cenário, e se adaptar a isso. Isso faz com que a empresa siga em frente e consiga superar a crise que for”, finaliza Dinho.


FRANQUEADA – Kauany Barizoni Dias Evangelista Telefone: (11) 96935-8030 Rua Cachoeira Maçaranduba, N.60, apto 21C Inácio Monteiro, bairro Guaianazes São Paulo/SP – CEP:08472190

www.storecaricanecas.com.br Redes sociais: @storecaricanecas

Fonte: G1 – PEQUENAS EMPRESAS & GRANDES NEGÓCIOS/

Imagem: Caricaturas

0 visualização
Acompanhe nossas Redes Sociais:
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
© Todos os direitos reservados | Comunicação ACE Itaúna 2020.