top of page

Por que mostrar os bastidores da empresa engaja o consumidor?



Mostrar o que acontece no dia a dia das empresas é uma ótima forma de envolver clientes e fazer com que eles gostem mais de você. É o que afirma uma das maiores plataformas digitais do mundo, o Facebook, com mais de 3 bilhões de usuários. Isso porque postar conteúdo sem a intenção explícita de anunciar produtos ou serviços pode promover conexões autênticas e, ao mesmo tempo, aumentar as vendas.


Segundo Emily Bergh, profissional de marketing e relações públicas e fundadora da agência R Public Relations, os métodos tradicionais de publicidade muitas vezes parecem impessoais, enquanto, as pessoas estão cada vez mais interessadas ​​nas histórias por trás dos produtos ou serviços que consomem.


“Quando as pessoas vislumbram as operações dos bastidores de uma pequena empresa, isso pode humanizar a marca. Ao compartilhar atividades, desafios e triunfos do dia a dia, uma pequena empresa pode estabelecer uma conexão mais profunda com seu público e alcançar novos”, afirma a especialista em marketing.


O conteúdo dos bastidores abre novos caminhos para que pequenas empresas ganhem exposição e construam reconhecimento de marca. Para empresas de varejo, esse tipo de conteúdo pode atingir consumidores que normalmente não fazem parte da demografia do mercado, impactá-los e direcioná-los imediatamente para o site da empresa. “Novamente, isso demonstra como esse conteúdo pode levar a maiores vendas com o mínimo de esforço”, reforça Emily Bergh.


Compromisso socioambiental

Já o time do Facebook lembra que as pessoas estão cada vez mais atentas e querem saber de onde vem aquilo que estão consumindo. “Os produtos e serviços estão sendo desenvolvidos de forma ética? Respeitam o meio ambiente? Partem de um comércio justo? Todas essas questões estão na mente dos seus clientes e potenciais clientes, e é por isso que falar dos bastidores de um negócio é tão importante”, explica a equipe da rede social.


De acordo com a pesquisa Global Consumer Trends 2019, realizada pela Euromonitor International, o consumo consciente é uma forte tendência. Outro levantamento, também publicado há quatro anos pela agência de pesquisa norte-americana Union + Webster, apontou que 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis.


Este ano, a Euromonitor International divulgou, no relatório 10 Principais Tendências Globais de Consumo, que o custo de vida está criando um novo comportamento sustentável. Com os preços em alta dos bens e serviços básicos (ex.: alimentação, água, energia e habitação), as pessoas não só estão reduzindo seus gastos, como têm optado por produtos e atividades verdes, ou seja, preferem consertar seus equipamentos estragados, comprar artigos de segunda mão ou alugar.


Segundo a empresa especializada em pesquisas de mercado, 34% dos consumidores estavam dispostos a comprar itens de segunda mão em 2022. “A necessidade econômica inaugurou uma nova era de comportamento sustentável. Os consumidores ainda estarão relutantes em pagar mais caro por produtos sustentáveis este ano. Os padrões de consumo são menos de aquisição e mais de redução, o que impacta positivamente o planeta. Os modelos de negócios devem procurar unificar a economia de custos com o comércio verde”, orienta o time da Euromonitor.


Portanto, não basta mostrar os bastidores da empresa, os membros da equipe empacotando pedidos, o local de trabalho ou as tradições específicas do negócio, é preciso compartilhar os valores, a preocupação com a situação financeira dos seus clientes e até se posicionar com relação aos crimes de genocídio ocorrendo, neste momento, mundo afora. A empresa e sua equipe são agentes vivos e, por isso, devem se conectar de maneira humana e empática com seus clientes e potenciais clientes.


“Ao permitir que os clientes vejam as pessoas e os processos que impulsionam o seu negócio, você pode usar conteúdo sobre os bastidores para promover a transparência e a confiança. Esta transparência é crucial no mercado atual, onde os consumidores são mais exigentes e valorizam negócios que se alinham com os seus valores pessoais”, comenta a dona da R Public Relations.


Confira outras dicas do Facebook e de Emily Bergh para produzir conteúdo que engaja sobre o bastidor da empresa:


Conheça bem o seu público

Quais são as expectativas e valores do seu cliente? O que eles priorizam? O que não perdoariam? Tendo essas respostas, você já consegue descobrir o que eles querem saber.


Venda sua marca, não seu produto

Toda estratégia de comunicar os bastidores deve ser condizente com a essência da sua empresa, os valores, o que você tem de interessante para mostrar. Esse princípio é fundamental para os conteúdos desempenharem um papel significativo na formação da identidade da sua marca e no engajamento do cliente.


“Use o tamanho pequeno do seu negócio a seu favor! Demonstre a verdadeira personalidade da sua marca e das pessoas por trás dela de uma forma totalmente orgânica e atraente. Esse conteúdo capta a atenção de um público mais amplo e adiciona um toque humano à marca, tornando-a mais identificável”, destaca a profissional de relações pública.


Aposte na singularidade da sua empresa e equipe

“Cada negócio é único, por isso não tenha medo de destacar os indivíduos únicos e a cultura empresarial peculiar que fazem o seu negócio se destacar. Capture o que está à sua frente. Ninguém nas redes sociais quer ver um CEO ler os valores de uma empresa.


Em vez disso, eles querem ver os funcionários exibindo esses valores no trabalho e na vida cotidiana”, avalia a fundadora da R Public Relations.


Segundo o Facebook, “uma marca sem rosto pode causar a estranha sensação de distanciamento”. Por isso, apresente seu time e o que ele tem a dizer, mostrando a empresa valoriza as pessoas. Essa medida pode funcionar, principalmente, para empresas de serviços.


“Essas postagens podem diferenciar uma pequena empresa de seus concorrentes. A autenticidade e a capacidade de identificação obtidas com esses conteúdos podem atrair clientes fiéis que sentem uma conexão genuína com a marca”, ressalta.


Grave, edite e poste imediatamente (melhor feito do que perfeito!)

Bom, já está claro que os conteúdos de bastidores devem ser explorados, na maioria das vezes, em vídeos para as redes sociais. Emily Bergh afirma que criar e postar vídeos BTS (behind the scene) é um método incrivelmente acessível, gratuito e que não exige muito tempo para realizar.


“A dica favorita da minha equipe para criar conteúdo BTS de forma rápida e eficiente é filmar e editar em qualquer plataforma em que planejamos publicar. Em vez de gravar vídeos esporádicos de nossos funcionários, deixá-los se perder em álbuns e depois tentar juntar tudo de novo, fazemos tudo de uma vez, em ordem cronológica. Pode não sair perfeito, mas esse é o ponto! Corte e edite vídeos à medida que os captura, para que você esteja pronto para postar em minutos”, ensina.


Aposte no TikTok

“Descobri que o TikTok é o melhor espaço para utilizar esse tipo de marketing. Como a plataforma é principalmente baseada em vídeo, o conteúdo dos bastidores é facilmente digerível e os espectadores adoram”, diz Emily Bergh.


De acordo com a agência HelloAlice, aproximadamente dois terços dos proprietários de pequenas empresas (67%) disseram que o TikTok os ajuda a contar histórias de forma criativa. Já uma pesquisa da Adweek-Morning Consult mostra que 15% de todos os adultos e 36% da Geração Z fizeram compras com base no TikTok.


Mostre a sua rede de parceiros

Mostrar sua relação com seus fornecedores e com a rede de distribuição, por exemplo, é uma forma de exibir para o seu público a complexidade por trás daquilo que ele consome e serve até mesmo para justificar o preço de um produto ou serviço. “Se sua cadeia produtiva for realmente ética e não baseada na exploração, mostrá-la é uma maneira eficiente de influenciar a decisão de compra do consumidor”, explica o time da Meta, proprietária do Facebook.


Com informações da Forbes e da Meta.


FONTE: VAREJO S.A.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page